Líder dos caminhoneiros diz que categoria vai parar se governos seguirem com quarentena

Um dos líderes da greve dos caminhoneiros de 2018, Wallace Landim, declarou que a categoria deve fazer uma nova paralisação se os governadores não recuarem nas medidas restritivas contra o novo coronavírus. Eles protestam principalmente pela falta de postos de gasolina e restaurantes abertos na estrada, já que muitos desses estabelecimentos foram fechados por decretos estaduais.

“Se não voltarem atrás e não sair liminar na Justiça, a categoria provavelmente vai parar. Vai paralisar naturalmente, por não ter como trabalhar, e parar em protesto”, ressaltou Landim. A associação entrou com uma ação na Justiça contra a quarentena.

De acordo com a publicação, Chorão, como o líder é mais conhecido, acusa o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de querer lucrar em eleições futuras. Por outro lado, ele diz que a relação com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, é boa. Segundo o líder, eles conversam diariamente e o governo tem dado suporte ao que a categoria precisa. “O problema está com os governadores”, resumiu.

2 thoughts on “Líder dos caminhoneiros diz que categoria vai parar se governos seguirem com quarentena

  1. Este Wallace Landin não me muito menos o ministro da infra estrutura representa deve estar em outro mundo aqui no Paraná os postos de combustíveis estão abertos com preços bem acessíveis o problema é que se não abastecer não pode pernoitar os pedágios não tem onde ficarmos nem pátio nem banheiro para os motorista só querem arrecadar, quanto aos restaurantes por mim pode ficar fechado pois o preço de uma refeição é muito caro. Se eu parar vai ser de livre e espontânea vontade.
    Att
    Giovani

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *