Pesquisa em Livramento de Nossa Senhora mostra Ricardinho na liderança para as eleições municipais de 15 de novembro

Pesquisa da Agência Sudoeste – Jornalismo, Assessoria e Pesquisas/Jornal do Sudoeste com a intenção de votos para prefeito em Livramento de Nossa Senhora, mostra um cenário com Ricardinho na liderança. A eleição do dia 15 de novembro, apenas dois candidatos, O atual prefeito e pré-candidato à reeleição, Ricardinho (Rede) e o ex-prefeito Carlão (PSD). O pré-candidato do Partido dos Trabalhadores, Chiquinho do PT (PT), vai para a disputa como mero participante e não teria, se a eleição fosse hoje, qualquer influência no resultado. Os dois candidatos que deverão polarizar a disputa são o atual prefeito Ricardinho (Rede) e o ex-prefeito Carlão (PSD).

Na Sede municipal, onde foram ouvidos 390 eleitores cadastrados no município (48,15% do universo pesquisado), no cenário em que os entrevistadores não apresentam os nomes dos eventuais pré- candidatos, o prefeito e pré-candidato à reeleição, Ricardinho Ribeiro (Rede), somou 44,1% das intenções de voto, seguido pelo ex-prefeito Carlão, pré-candidato do PSD, com 27,7% das intenções de voto. O pré-candidato do Partido dos Trabalhadores, Chiquinho do PT, foi lembrado por 0,8% dos entrevistados. Também foram citados a atual vice-prefeita Joanina (PL) e o ex-prefeito, Paulo Azevedo (PL), com 0,3% e 0,5% das intenções de voto, respectivamente. Outros 5,6% dois entrevistados disseram que não votariam em nenhum candidato. Os brancos e nulos somaram 1.0% e os indecisos (entrevistados que não souberam ou não quiseram responder) 20,0%.

Na zona rural, onde foram ouvidos 420 eleitores cadastrados no município (51,85% do universo pesquisado), o prefeito e pré-candidato à reeleição, Ricardinho (Rede), também lidera, com uma margem menor de votos. O atual gestor foi citado por 37,9% dos entrevistados. O pré-candidato do PSD, médico e ex-prefeito Carlão, aparece com 34,5% das intenções de voto. Os ex-prefeitos Emerson Leal (PSL) e Paulo Azevedo (PL) foram citados por 0,2% cada. Os eleitores que disseram não pretender votar em nenhum candidato somaram 2,6%. Os que disseram que votariam em branco ou anulariam o voto foram 0,5% e os indecisos, eleitores que não souberam ou não quiseram responder, somaram 24,0%. O petista Chiquinho do PT não foi citado na zona rural.

No computo geral, no cenário da pesquisa espontânea, quando o entrevistador não cita nenhuma opção, o prefeito e pré-candidato à reeleição Ricardinho (Rede) aparece na liderança com 40,9% [com a margem de erro (3 pontos percentuais para mais ou para menos), teria entre 43,9% e 37,9%], e seu principal adversário na disputa, pré-candidato do PSD, ex-prefeito Carlão, aparece com 31,2% das intenções de voto [oscilando, dentro da margem de erro, entre 28,2% e 34,2%]. O pré-candidato do PT, Chiquinho do PT, tem 0,4% das intenções de voto. Também foram citados os ex-prefeitos Paulo Azevedo (PL) [0,4%] e Emerson Leal (PSL) [0,1%], e a atual vice-prefeita Joanina (PL) [0,1%]. Os que disseram não votariam em nenhum candidato se as eleições fossem hoje somaram 4,1%. Outros 0,7% disseram que anulariam o voto ou votariam em branco e os indecisos, eleitores que não souberam ou não responderam, foram 22,1%.

Pesquisa em Livramento de Nossa Senhora mostra Ricardinho na liderança para as eleições municipais de 15 de novembro

Na abordagem estimulada, quando os entrevistadores apresentam aos entrevistados os nomes dos possíveis candidatos, o cenário não é muito diferente, embora os números sugiram uma abordagem mais abrangente por parte dos pré-candidatos, suas legendas e apoiadores.

Nesse cenário, na sede municipal, a vantagem do prefeito e pré-candidato à Ricardinho (Rede), apesar de número em relação ao cenário espontâneo, ainda é considerável. O atual prefeito foi citado por 48,5% dos entrevistados, contra 34,9% do seu principal oponente, ex-prefeito Carlão (PSD). O petista Chiquinho do PT foi citado por 1,0% dos entrevistados. Outros 6,2% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos apontados. Os que disseram que votariam, se as eleições fossem hoje, em branco ou anulariam o voto, foram 0,8%. Os indecisos somaram 8,7%.

Na zona rural, os dois principais estão tecnicamente empatados, com o ex-prefeito Carlão (PSD) à frente com 43,6% das intenções de voto, contra 42,6% do atual prefeito Ricardinho. O petista Chiquinho do PT foi citado por 1,0% dos entrevistados. Outros 2,1% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos apontados. Os que disseram que votariam, se as eleições fossem hoje, em branco ou anulariam o voto, foram 0,2%. Os indecisos somaram 10,5%.

No computo geral, no cenário estimulado, o atual prefeito e pré-candidato à reeleição somou 45,4%, contra 39,4% do ex-prefeito Carlão (PSD). O petista Chiquinho do PT foi citado por 1,0% dos entrevistados. Outros 4,1% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos apontados. Os que disseram que votariam, se as eleições fossem hoje, em branco ou anulariam o voto, foram 0,5%. Os indecisos somaram 9,6%.

Importante observar, um dado do cenário estimulado, que chamou a atenção. Os eleitores foram questionaram se, até a data prevista para as eleições, admitiam a possibilidade de mudar o voto. A maioria (64,8%) disseram que não pretendem mudar o voto. Já 16,8% disseram que sim e outros 14,9% admitiram essa possibilidade. Os indecisos, que não souberam ou não responderam, foram 3,5%. Esses eleitores, que disseram que poderiam trocar o voto (16,8%) ou admitiram essa possibilidade (14,9%), somados aos 9,6% que estão indecisos (disseram que não sabem ou preferiram não responder), reforçam que o cenário está aberto e que os pré-candidatos devem investir nessas faixas do eleitorado. Em 2016 esses eleitores (infiéis e indecisos) foram determinantes para a vitória do atual prefeito e, se as eleições fossem hoje, também seriam decisivos para a definição do pleito.

Pesquisa em Livramento de Nossa Senhora mostra Ricardinho na liderança para as eleições municipais de 15 de novembro

Rejeição

A rejeição dos candidatos, quando se pergunta se não votaria no candidato, o petista Chiquinho do PT aparece disparado na liderança com 38,6%, seguido do atual prefeito e pré-candidato da Rede à reeleição, Ricardinho, com 15,7%, e do ex-prefeito Carlão (PSD) com 11,5%. Outros 22,5% disseram que não rejeitavam nenhum dos pré-candidatos apontados. Não votaria em nenhum 6,9%. Não souberam ou não responderam foram 5,1%.

Avaliação da gestão Ricardinho Ribeiro

O levantamento também pediu aos eleitores uma opinião sobre a gestão do prefeito Ricardinho (Rede), eleito para prefeito em 2016 com 14.270 votos (55,31%) dos votos válidos). Os números mostram que a maioria entrevistada (47,0%) julga como ótima (15,8%) ou boa (31,2%) a passagem de Ricardinho Ribeiro pela Prefeitura Municipal de Livramento de Nossa Senhora. Outros 6,3% disseram que a gestão foi ruim (3,2%) ou péssima (3,1%), enquanto 36,0% disseram que a Administração Ricardinho Ribeiro (Rede) é regular. Há, ainda, 3,1% que não souberam responder.

 

Pesquisa em Livramento de Nossa Senhora mostra Ricardinho na liderança para as eleições municipais de 15 de novembro

A pesquisa

Os dados foram coletados nos dias 04, 05 e 06 de setembro, presencialmente, na sede e na zona rural. Foram 810 entrevistas. O intervalo de confiança estimado é de 90,0% – o que significa que a probabilidade de uma pesquisa ter os mesmos resultados se for aplicada com o mesmo perfil de amostra e com a mesma margem de erro é de 90%, ou seja, se ela for aplicada 100 vezes, ela dará o mesmo resultado dentro da margem de erro em 90 casos – e a margem de erro máxima estimada é de 3,0 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº BA-00251/2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *