RIO DE CONTAS CHEGA AOS 297 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA E ADMINISTRATIVA

A velha Vila de Nossa Senhora do Livramento das Minas de Rio de Contas, com a queda do ouro, parece ter perdido a sua força para continuar no progresso. Anos e anos se passaram, e chegamos onde estamos: ela de pouco a pouco vem revigorando sua força neste século, neste tempo.

A cidade planejada por ordem real, voltou a brilhar e, ao mesmo tempo, se restabeleceu e se reorganizou, conciliando maturidade política, planejamento econômico, capacidade de realização e mudanças urbanas que ampliaram sua dimensão pública. É certo que Rio de Contas festeja sua data ainda com vários desejos a realizar. Mas a cidade também tem muito a celebrar nas suas conquistas.

A festa e as homenagens são para todos os que, de alguma forma, contribuíram para o desenvolvimento e progresso do município. Nesta data magna, ficam registradas as mais justas homenagens e os sinceros agradecimentos aos que deram, com o seu trabalho, a contribuição na agricultura, indústria, artesanato, serviços, comércio, turismo, na cultura, sustentando a base da economia do município.

 As homenagens são também para os bons políticos que prestaram e aos que ainda prestam seus bons ofícios à causa publica, desinteressadamente, colocando em primeiro plano os interesses do povo e do município.  Também não podemos esquecer dos negros, portugueses e imigrantes que por aqui passaram há séculos, cujos descendentes lutam conosco até hoje, na esperança de dias melhores para todos. Enfim receba a nossa gratidão pelos tantos benefícios que fizeram em prol de nossa amada cidade.

Parabéns a Rio de Contas, com as bênçãos do Santíssimo Sacramento e de Sant’Ana!

 “As cascatas nas grimpas das serras, o brumado em seu leito feliz, os rosais roseando estas terras, teu amor Jesus Hóstia bem diz!

 Bem dizendo o teu nome divino, desde o início de antigas conquistas, nesta terra te cantam mil hinos, o martelo e a bigorna do artista”!

Que nosso povo seja sempre bom, alegre e altaneiro. E como diz o poeta: És a Rainha, és a mãe, és o berço sagrado/ És o sacrário da fé, da cultura e da tradição! /Rio de Contas, da Arte, és portal, és morada/Aqui, ser artista é sempre uma vocação/És a Real Estrada da riqueza mais almejada:/. Tua beleza encantadora, alívio ao coração!

Parabéns Rio de Contas pelos seus 297 anos de História, Fé e Tradição!

E que venham muitos anos, para em pé, aplaudirmos e cantarmos parabéns em meio ao progresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *