Urandi não tem recebido apoio do Governo do Estado no combate ao coronavírus, desabafa prefeito

Após os inúmeros casos de coronavírus confirmados na cidade de Urandi, a 205 km de Brumado, o prefeito Dorival Barbosa do Carmo (PP), o doutor Dorival, retrocedeu e decretou novamente o fechamento do comércio a fim de evitar a propagação da doença. Também foram determinadas a suspensão da feira livre e a venda de bebidas alcoólicas para impedir a formação de aglomerações. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o gestor criticou o governador Riu Costa (PT) e o secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas, pela falta de apoio ao município no enfrentamento à pandemia, principalmente após o surgimento de tantos casos. Férias coletivas equivocadas de empresa foi crucial para disseminação da Covid-19 na cidade, segundo o gestor local. “Até agora não recebi um telefonema da Secretaria do Estado da Bahia pra tomar as providências, junto com o Município, com relação a essa situação. Estamos nos sentindo órfãos do Estado”, declarou. No Hospital Municipal, a prefeitura já montou dois semileitos de UTI, além de um centro de referência para o tratamento de pacientes suspeitos. No entanto, o prefeito disse que ainda não contou com nenhum investimento do Governo do Estado para estruturação do município. “Estamos perdidos sem a interferência do Governo da Bahia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *