--:--
--:--
  • cover
    Alberto Lopes

--:--
--:--
  • cover
    Alberto Lopes

‘Ainda vai piorar’, diz especialista sobre casos de dengue na Bahia

‘Ainda vai piorar’, diz especialista sobre casos de dengue na Bahia

Foto: Ilustrativa

Os casos de dengue na Bahia devem aumentar durante os próximos quatro meses e só arrefecer no início do inverno, que começa no dia 20 de junho. Isso porque a diminuição das temperaturas colabora para a queda na proliferação do mosquito Aedes aegypti, que transmite o vírus. Quem explica é o virologista Gúbio Soares, cientista que primeiro detectou o zika no Brasil.

“Ainda não estamos no pior momento e a tendência é que o número de casos no país aumente como um todo. A população precisa sentir a seriedade do problema, que só está no início nos municípios do interior da Bahia”, ressalta. “A tendência é que o pico da doença vá até o início do inverno, quando as temperaturas diminuem e dificultam a transmissão do mosquito”, completa o especialista.

Entre 1º de janeiro a 10 de fevereiro de 2024, a Bahia registrou 7.355 casos de dengue, um incremento de 4,8% no comparativo com o mesmo período do ano passado. Atualmente, 23 municípios se encontram em epidemia.

*Com informações do Correio 24 horas

Compartilhe: