O governo federal anunciou uma nova medida através de uma Medida Provisória (MP), isentando do Imposto de Renda aqueles que recebem até dois salários mínimos. Com isso, quem ganha até R$ 2.824 mensais estará livre do pagamento deste imposto.

A MP foi divulgada em uma edição extra do Diário Oficial da União na terça-feira (6). Segundo informações do governo, essa medida beneficiará cerca de 15,8 milhões de pessoas, tirando-as da obrigatoriedade de declarar o Imposto de Renda.

Anteriormente, o limite de isenção era de R$ 2.640, correspondente a dois salários mínimos do ano anterior. Com o reajuste do salário mínimo, que subiu de R$ 1.320 para R$ 1.412 neste ano, aqueles que ganham menos de dois salários mínimos estariam sujeitos ao pagamento do tributo. No início do ano, o presidente Lula havia prometido uma revisão na tabela do Imposto de Renda para incluir os trabalhadores que recebem até R$ 2.824 mensais na faixa de isenção.

O Ministério da Fazenda esclareceu que os trabalhadores que recebem até dois salários mínimos serão beneficiados com um desconto simplificado no valor de R$ 564,80. Esse desconto é opcional, e os trabalhadores que têm descontos maiores, como o previdenciário, não serão afetados por essa medida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Compras e pagamentos de contas com Pix batem recorde em março

Foto: Reprodução/Banco Central O uso do Pix, sistema de transferências instantâneas do…

Abono Salarial: Caixa disponibiliza consulta ao lote extra; veja quem tem direito receber

Foto: Pixabay/Reprodução A Caixa Econômica Federal liberou nesta segunda-feira (10) a consulta…

Empresa de investimentos compra rede de supermercados da Bahia; estimativa é de cerca de 20 mil novos empregos diretos

Foto: Divulgação O Atakarejo, empresa pioneira no setor varejista da Bahia, anunciou…

Pagamento do 13º salário deve injetar mais de R$ 12 bilhões na economia do estado

Foto: USP Imagens/Fotos Públicas O pagamento do 13º salário, cuja primeira parcela…