--:--
--:--
  • cover
    Alberto Lopes

--:--
--:--
  • cover
    Alberto Lopes

Lula evita visitar estados onde perdeu para Bolsonaro

Lula evita visitar estados onde perdeu para Bolsonaro

Foto: Ricardo Stuckert/PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) encerrou na sexta-feria (21) mais uma séria de viagens em 2024. O petista foi a 4 Estados: Rio de Janeiro, Ceará, Piauí e Maranhão. Destes, os últimos 2 foram visitados pela primeira vez neste ano. A informação é do site poder 360.

A publicação relembra que em 2023, o petista declarou que 2024 seria dedicado a visitar obras e auxiliar aliados nas eleições municipais. Passados seis meses de seu 2º ano do 3º mandato, o chefe do Executivo foi só a 12 dos 26 estados.

No total, Lula fez 35 viagens nacionais neste ano eleitoral. Segundo o site, os destinos de preferência são no Sudeste: foi 8 vezes a São Paulo e 7 vezes ao Rio de Janeiro. Não venceu a eleição de 2022 contra o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em nenhum desses 2 estados.

Ainda de cordo com o site,  no Centro-Oeste, onde o eleitorado está mais próximo de Bolsonaro, Lula foi apenas ao Mato Grosso do Sul em 2024. Pesquisa Atlas/Intel divulgada em 15 de junho mostra que só 29,2% na região avaliam positivamente a gestão do petista.

Há 4 meses das eleições, Lula ainda tem 14 Estados para visitar e conversar com os respectivos governadores e prefeitos.

Lula deixa estados bolsonaristas de lado

De todas as viagens no ano, o presidente só esteve em quatro estados que seu Bolsonaro venceu: São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. Todos os outros 8 Estados visitados deram vitória ao petista na eleição de 2022.

Lula foi ao Rio Grande do Sul 5 vezes, muitas para anunciar medidas de reconstrução do Estado, que foi afetado por fortes chuvas no final de abril e em maio.

Do lado do Sudeste, Lula entrou pessoalmente nas negociações pela vaga de vice-prefeito na chapa do atual chefe do Executivo do Rio, Eduardo Paes (PSD). Quer emplacar um nome do PT. O prefeito, no entanto, resiste.

Em entrevista à rádio Meio na 6ª feira (20.jun), Lula declarou apoio a Paes na eleição municipal. Além do carioca, disse que estará ao lado dos pré-candidatos às prefeituras de Teresina Fábio Novo (PT); de São Paulo Guilherme Boulos (Psol); e do Recife João Campos (PSB).

Ainda na entrevista, indicou apoio à pré-candidata de seu partido para a prefeitura de Porto Alegre (RS) Maria do Rosário (PT). Atualmente, a capital é comandada pelo prefeito Sebastião Melo (MDB).

Conforme o presidente, onde não tiver candidato do PT, ele apoiará os aliados ao governo. Afirmou ainda que fará o necessário para que os adversários não ganhem as eleições.

“Onde eu não tiver candidato, eu vou apoiar o candidato aliado. O que eu não quero é que os adversários ganhem, porque os adversários são negacionistas. Eles não gostam da verdade, não gostam de coisa certa”, disse Lula. *Com informações do Bahia.ba

Compartilhe: