Foto: Divulgação

Indignados após aguardarem por quase 10 anos pela Coelba para execução da obra de extensão de rede no Programa Luz para Todos, moradores da localidade denominada Fazenda Carrapicho, em Brumado, ajuizaram ação em busca de seus direitos. O magistrado da Vara dos Juizados de Brumado determinou que a Coelba execute a obra no prazo de 30 dias. “A concessão da energia elétrica é serviço público essencial, nos termos do art. 22 do CDC, devendo a Requerida, única concessionária de energia elétrica, possibilitar o fornecimento da mesma e a continuidade do serviço essencial aos consumidores”, determinou o juiz Rodrigo Britto. Para o advogado dos autores, Mateus Matos, o caso representa uma grande vitória para todos aqueles que ainda não possuem energia elétrica em suas casas. “É inconcebível que no ano de 2019 ainda existam residências sem o fornecimento de energia elétrica, com crianças estudando a luz de velas. Conheci idosos com problemas visuais e respiratórios em virtude do constante contato com a fumaça de candeeiros. É revoltante”, disse o advogado. Na cidade, mais de 150 projetos estão atrasados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Brumado: Corpo de vendedor de verduras e de caldo de cana é encontrado carbonizado na zona rural

Foto: Lay Amorim / Achei Sudoeste Na manhã desta quarta-feira (27), o…

Abertas as inscrições para o Processo Seletivo 2024 do Ifba em Brumado

Foto: Alberto Lopes Em Brumado, o Ifba abriu as inscrições para o…

Brumado: Jovem de 21 anos é morto a tiros na Comunidade Lagoa do Leite

Foto: Luciano Santos l 97NEWS Um jovem de 21 anos foi executado…

Brumado: Idoso desaparecido há duas semanas é encontrado morto no bairro Dr. Juracy

Foto: Luciano Santos l 97NEWS O idoso de 68 anos que estava…