Foto: Thaís Magalhães/CBF

A seleção brasileira feminina não encontrou dificuldades para vencer o Panamá por 4 a 0, na manhã desta segunda-feira (horário de Brasília), 24, em Adelaide, na Austrália, na rodada inaugural da Copa do Mundo Feminina. O grande destaque da partida foi a meio-campista Ary Borges, responsável por balançar as redes três vezes e autora de uma assistência de calcanhar para Bia Zaneratto. Com o resultado, a Canarinho assume a liderança do Grupo F, seguida de França e Jamaica, que têm um ponto cada. As panamenhas estão na lanterna da chave. O próximo compromisso das brasileiras será justamente contra as francesas, neste sábado, 29, às 07h (de Brasília), pela segunda rodada. Em caso de triunfo diante da europeias, a Amarelinha estará classificada às oitavas de final do Mundial.

Domínio do inicio ao fim

O Brasil teve controle da partida do início ao fim. Com uma marcação alta e bem encaixada, a seleção brasileira recuperou a bola com facilidade e ocupou o campo ofensivo praticamente o jogo inteiro. A principal arma do time de Pia Sundhage foi o lado esquerdo, com Tamires, Antônia e Debinha. Por ali, a Canarinho encontrou muito espaço, criou boas oportunidades e abriu o placar. Após cruzamento de Debinha, Ary Borges infiltrou na área e não perdoou, aos 18 minutos. Muito superior na partida, a seleção brasileira ampliou com a mesma jogada. Depois de levantamento da esquerda, Ary Borges finalizou duas vezes para vencer a goleira panamenha, já aos 38 minutos.

No retorno do intervalo, o Brasil voltou com o mesmo ímpeto e marcou mais um aos três minutos. E foi uma pintura! Depois de levantamento perfeito de Debinha, a meio-campista Ary Borges ficou cara a cara com a arqueira Bailey. Sem vaidade, a maranhense ajeitou de calcanhar para Bia Zaneratto balançar as redes. Vinte minutos depois, a seleção brasileira transformou a vitória em goleada novamente com Ary. De cabeça, a meia aproveitou levantamento de Geyse para cabecear por baixo das pernas da goleira rival. No fim, a Canarinho ainda contou com a entrada de Marta, seis vezes melhor do mundo e maior artilheira em Copas. A Rainha chegou a bater uma falta com perigo, mas não balançou as redes. Fonte: Jovem Pan

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

São Paulo contrata Dorival Júnior como substituto de Rogério Ceni

Foto: Érico Leonan / SPFC São Paulo definiu a contratação de Dorival…

Sob olhares de Sampaoli, Flamengo bate Coritiba com brilho de Gabigol e retorno de Bruno Henrique

Foto: PETER ILICCIEV/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO O Flamengo conseguiu um excelente resultado neste domingo,…

Copa do Brasil: Corinthians é surpreendido pelo Remo e perde em estréia

Foto: Fernando Torres/agif – agência de fotografia/estadão conteúdo Após 27 anos, Remo-PA…

Palmeiras vence o Barcelona-EQU e segue bem na Copa Libertadores

Foto: EFE/Jonathan Miranda Após estrear com derrota na Copa Libertadores, o Palmeiras…