--:--
--:--
  • cover
    Alberto Lopes

--:--
--:--
  • cover
    Alberto Lopes

Polícia Federal deflagra operação visando falsificação de documentos e estelionato em Vitória da Conquista

Polícia Federal deflagra operação visando falsificação de documentos e estelionato em Vitória da Conquista

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (11/07), a Operação Dupla Face, cujo objetivo é a desarticulação de esquemas criminosos voltados para a prática de falsificação de documentos públicos e estelionatos em desfavor do INSS e da Caixa Econômica Federal. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, na cidade de Vitória da Conquista. De acordo com a PF, o montante de prejuízo totaliza mais de R$ 60 mil, em empréstimos fraudulentos, além de potenciais outras fraudes que devem estar associadas ao grupo.

Os fatos investigados ocorreram no ano de 2022, quando um dos investigados se fez passar por cidadão aposentado do INSS e conseguiu, através de documentos falsos, obter empréstimo consignado em uma agência da Caixa e, em seguida, desviar os valores para uma terceira conta corrente aberta em outra instituição financeira, também em nome da vítima.

A investigação, conforme a PF, desvendou que um dos investigados já responde a mais de cinco processos criminais do gênero e que foi responsável pela fabricação das identidades falsas utilizadas. Além dos mandados judiciais, foi determinado também o bloqueio judicial no importe de R$ 31.862,75 das contas e bens dos investigados. Ainda segundo a PF, os delitos apurados na operação são associação criminosa, falsificação de documento público e estelionato qualificado, cujas penas máximas podem somar mais de 15 anos de prisão.

Compartilhe: