--:--
--:--
  • cover
    Alberto Lopes

--:--
--:--
  • cover
    Alberto Lopes

Moradora recebe conta de energia com acréscimo de mais de 700% em Livramento e pede providencias por parte da Coelba

Moradora recebe conta de energia com acréscimo de mais de 700% em Livramento e pede providencias por parte da Coelba

Foto: Alberto Lopes/Rádio Portal Sudoeste

A dona de casa Maria das Graças de Assunção, 56 anos, moradora da Rua J1, no Bairro Benito Gama em Livramento de Nossa Senhora, tomou um susto ao receber sua conta de energia em junho. Isso porque a cobrança teve um acréscimo de R$ 506,00, aproximadamente 704% em relação à cobrança atual, do mês de julho, quando foi enviada pela Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) a conta no valor de R$ 72,31. A conta de maio, também foi mais em conta que as duas atuais, com cobrança de R$ 53,96, o que deixou a idosa ainda mais intrigada.

Diante da situação, a moradora resolveu comparecer à Rádio Portal Sudoeste, munida com as três contas para relatar a situação. Ela informou que não mudou nada em seu consumo, visto que não comprou novos eletrodomésticos, justamente pela sua condição financeira, que é baixa.

“Eu só tenho o bolsa família. Não mudei no consumo. Nem precisou contratar um eletricista, porque minha condição não dá, nem de contratar este profissional nem de pagar o talão, porque meu ganho é pouco. Como veio R$ 579,00 em junho, eu achei que em julho viria de 1000 pra lá”, disse.

Segundo a idosa, ela tem apenas o programa de transferência de renda e não é aposentada.

“Eu quero pedir pra ver o que podem fazer por mim, porque pagar não tenho condições. Eu não tenho vergonha de falar. Tenho vizinhos e podem perguntar a eles. Tem dias que procuro até o sal em casa e não encontro. Saio pedindo porque não tenho condições. E na Coelba apenas me disseram que teria que pagar porque foi usado, e que apenas poderia parcelar em duas vezes”, contou.

Em contato, a Coelba informou que nestes casos, primeiramente o consumidor deve entrar em contato pelo 116, pois podem haver erros de leitura e caso não consiga contato por telefone, deve procurar um agente credenciado mais próximo com a medida da leitura atual explicando o ocorrido. No caso de Dona Maria das Graças, ainda não está confirmado o erro de leitura, mas a Coelba adiantou que a tampa do medidor da residência dela está quase que impossibilitado de olhar o seu interior e que é de responsabilidade do cliente manter esse local sempre visível.

Fonte: Radio Portal Sudoeste

Compartilhe: